Sua Empresa On

LGPD para o tráfego, o que muda?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Antes de tudo precisamos primeiro entender o que é LGPD.

A sigla se trata da Lei Geral de Proteção de Dados, que foi sancionada em agosto de 2018 e que tem o intuito de estabelecer regularidade na coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais.

Então, se sua empresa promove um serviço dessa natureza, é importante prestar muita atenção no que vamos te passar aqui, porque vamos apontar os impactos que a LGPD trará para o tráfego do seu negócio e assim evitar futuros problemas para o seu negócio.

Em primeiro lugar vamos começar pelos 10 pilares da LGPD. Isso é importante para saber a base de tudo o que sua empresa precisa analisar e ajustar para assim estar em conformidade com a lei.

Transparência com a LGPD.

Sempre tendo transparência com os Titulares, é importante você deixar claro para onde estão indo, por exemplo, estão entrando em uma lista de lead, aqui consciência é tudo.

Mas como fazer? 

Em todo primeiro e-mail, sem exceção, você deve fazer o disclaimer ao final e ter uma observação semelhante ao exemplo abaixo: (isso é um exemplo, o que vai ser falado vai depender de cada negócio):

A partir do momento em que você se cadastrou na minha newsletter (por exemplo), você está entrando pra minha lista de contatos, e isso significa que vamos te enviar alguns e-mails relacionados ao objeto semelhante a esse conteúdo que você gostou de consumir. Mas você tem total liberdade, se não quiser entrar na minha lista de contatos, de se descadastrar. No final deste e-mail tem um botão escrito descadastrar, que você pode apertar a qualquer momento o que fará você não receber mais nenhum e-mail” 

Finalidade e Necessidade 

Aqui você simplesmente não deve coletar dados sem nenhum propósito, somente se necessário.

Exemplo. “Eu vou pegar o e-mail da pessoa, porque eu preciso de um contato dela. Sem ter esse contato eu, por exemplo, não consigo enviar o e-book que ela solicitou.”

Aqui você tem uma finalidade e uma necessidade dos dados dessa pessoa.

Não discriminação 

Não pode usar os dados de alguém para discriminar a mesma por gênero, cor, orientação política, orientação sexual, enfim, qualquer coisa que possa levar a questões discriminatórias.

Exemplo. “Existia um software nos EUA que foi colocado numa delegacia que funcionava através de machine-learning.

O objetivo do software era falar sobre a probabilidade de reincidência criminal, independente do crime que tinha cometido, se a pessoa fosse negra, o software apontava que a probabilidade era maior do que a de um branco.

Segurança

Aqui é como o próprio nome já diz, os dados têm que estar seguros.

Eles são armazenado em um ambientes seguros? Tem os mínimos padrões de segurança?

Você deve se atentar em armazenar a lista de lead em um local seguro, não deixar em uma pasta qualquer no computador.

Se você trabalha com algum software que armazena os dados, mandar um e-mail perguntando como eles estão sobre a questão da LGPD, segurança, e sempre documentar.

Prevenção

O que a sua empresa está fazendo para se adequar a LGPD? O que está fazendo para prevenir algum problema?

Se atualize, veja quais são os passos para estar dentro dos conformes.

Adequação

Esse pilar está muito ligado ao meio adequado para a coleta os dados.

Normalmente os dados são coletados através de um site, landing page, etc. 

Essa é uma maneira adequada de coletar.

Uma maneira não adequada, por exemplo, seria comprar lista de e-mail, entrar em sites que fornecem e-mail, simplesmente pegar esses e-mails e começar a enviar, sem que eles tenham consentimento disso, isso pode te causar muitos problemas futuros através da LGPD além de não trazer resultados promissores para a estratégia.

Qualidade dos dados

Os dados os quais você coleta tem que ser verdadeiros.

Então, sua empresa tem que garantir que os dados coletados são das pessoas que os cadastraram, que o nome, CPF, não estão errados.

Exemplo: “A pessoa ao se cadastrar colocou o e-mail dela errado. Ela pode pedir para alterar para o e-mail certo.

Por mais que ela possa ir nas configurações e alterar, você deve ajudar quando solicitado”

Livre acesso na LGPD.

Com a LGPD, a partir de agora, você tem que garantir que a pessoa possa chegar à sua empresa e falar o seguinte:

“Quais você tem aí? Como você os coletou? Por que você está me mandando esse e-mail marketing? Por onde eu entrei na sua lista?”

É importante que a sua empresa tenha um canal específico para tratar esse tipo de reclamação, além de ser de extrema necessidade falar a verdade quando questionado.

Prestação de contas

A documentação é tudo.

Aqui tudo, tudo, o que a sua empresa fizer deve ser documentado.

Assim se caso der algum problema você terá documentos que comprovam a sua legalidade.

Por esses 10 pilares é que você deve se guiar para começar a se adequar as leis e futuramente não trombar com problemas que podem ser bem difíceis de se resolver.

Caso surja alguma dúvida e tenha dificuldade de se adequar as novas leis, contate a SEOn que estamos sempre dispostos a te ajudar a fazer com que a sua empresa, de forma legal, consiga vender cada vez mais através da internet.

IMPORTÂNCIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *